domingo, 1 de outubro de 2017

#Resenha: "O elefante assassino"


Título: O elefante assassino

Autor: Pedro Bandeira

Ano de lançamento: 1987

Editora: Atual

Nº de páginas: 58


# A história

O cenário dessa trama infantojuvenil é um circo falido, caindo aos pedaços. Num certo dia, o proprietário e domador Cigano tem a ideia de matar o elefante Mil-réis — que era considerado um bicho inútil — para servir de banquete ao leão.

O menino Tostão, que cuidava e gostava muito de Mil-réis, resolve fugir com o animal quando descobre os planos de Cigano. No meio disso, corre pela cidade o boato de que o elefante era perigoso e que já havia assassinado uma sucuri e várias pessoas.

A mídia abutre se debruça sobre o caso e o dono do circo vê a chance de reerguer os negócios. O problema é que a fofoca gera uma enorme confusão na cidade inteira e vai parar no tribunal.

# Opinião

Apesar do título “de peso”, esse livro tem uma trama bem leve. A pegada cômica até me fez lembrar de algumas obras do autor Walcyr Carrasco: aquele humor pastelão sem medo de ser feliz e personagens caricatos (porém, divertidos), como a repórter sensacionalista Sulamita Normanha.

Despretensiosa, a história cumpre seu papel de entreter o leitor. Os risos são facilmente arrancados graças aos trejeitos dos personagens e às situações absurdas em que eles se envolvem. Tudo foi posto na dose certa e as cenas apresentam-se de forma naturalmente engraçadas – levando em conta o público-alvo do livro.

Essa é uma ótima recomendação para quem deseja “desacelerar” as leituras. Às vezes, após uma sequência de livros densos, nossa mente pede algo mais simples para arejar. E claro, Pedro Bandeira nunca decepciona!

4 comentários:

  1. Amei a resenha :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha Ygo. Tem muito tempo que não leio algo no estilo e acredito que seja uma leitura bem bacana e descontraída. Abraço!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa.
      É uma leitura que vale a pena. Pedro Bandeira é meu escritor nacional preferido.
      Volte sempre!

      Excluir

AGORA QUE VOCÊ JÁ MERGULHOU NA LEITURA, DEIXE O SEU COMENTÁRIO. ELE É MUITO IMPORTANTE PARA O CRESCIMENTO DO BLOG. OBRIGADO!!!

Obs.: comentários ofensivos serão deletados.