domingo, 22 de fevereiro de 2015

[Parceria] - Sinélia Peixoto

Olá, mergulhadores!

O aniversário do blog está chegando e é com muita alegria que eu venho contar mais uma novidade. O "Mergulhando Na Leitura" acaba de firmar uma parceria com a Sinélia Peixoto, autora de Por Que Eu?, o primeiro livro da Trilogia do Eu. Vamos conferir?

Sinopse:

Elizabeth é uma mulher de 28 anos, de Brasília, que decide começar o ano de 2013 de forma diferente. Estagnada? Podemos dizer que sim. Sem perspectiva de mudanças? Também! Ela busca algo melhor para si, por isso vai à Porto Seguro passar o réveillon com as amigas para encerrar uma fase de sua vida e dar início à outra, mais adulta e com muitos desafios. Lá, ela conhece Antônio, um advogado também de Brasília. Eles curtem juntos e quando voltam à Brasília começam um romance. Elizabeth está se descobrindo. Ela pede demissão de seu emprego e começa se dedicando aos cursinhos para concurso. Antônio já é estável e independente. Quem é ela? Ela se pergunta e comparada a ele, ela se acha um Zé Ninguém. Ela se sente perdida em meio a tudo que tem que aprender e descobrir sozinha. Ela é uma pessoa honesta e sincera consigo mesma; luta para se analisar e se entender sempre; ele quer ajudá-la profissionalmente. Ele quer mais! Ela luta contra ele, tenta não se entregar, luta para ser honesta consigo mesma e aprender mais sobre si mesma sempre. Eles se casam, apesar de Elizabeth colocar empecilhos, e juntos têm dois filhos. O primeiro livro desta trilogia é sobre esse primeiro momento, no qual os dois estão se descobrindo, ela buscando se profissionalizar, ele aprendendo com ela a se abrir mais, se conhecer, a filosofar, a analisar sua vida, seus pensamentos e a ser honesto consigo mesmo. Os dois buscando um relacionamento cada dia melhor, aprendendo sobre o casamento e também buscando o que os satisfaça sexualmente. Eles se dedicam muito à vida sexual do casal, aprendem sobre o corpo do outro, sobre os gostos do outro; se conhecem e melhoram juntos, com carinho, dedicação e atenção. É um livro no qual Elizabeth discute muito consigo mesma, tenta entender suas neuroses, tenta se descobrir sexualmente e descobrir como é o casamento, a gravidez, a vida a dois e sua luta por melhoria profissional. Com um final muito triste e cheio de esperanças para o próximo livro.

Sobre a autora:

Exemplar autografado pela autora
Sinélia nasceu em Brasília em 06 de Dezembro de 1977, estudou sua vida toda na cidade. É professora e quando adolescente teve poemas publicados na escola onde estudava. Ela gosta de escrever desde sempre. Tem dois filhos, é divorciada e sabe bem o que as mulheres passam e sofrem nos dias de hoje, tendo que cuidar da casa, da família, de si mesmas e trabalhar fora ao mesmo tempo. Por Que Eu? é o primeiro livro de uma trilogia, escrita em 2013. Livros escritos por ela para a mulher atual, que é dona de si, trabalhadora, mulher, diva, mãe, batalhadora, forte, que enfrenta a vida com garra e que também pode ser romântica, não perde sua doçura, sua feminilidade, sua beleza interior, sua vontade de crescer, de ser melhor e de se conhecer cada vez mais. São livros que nos mostram que conseguimos tudo com amor e dedicação, basta força de vontade e coragem de assumir nossas responsabilidades e lutar sempre por algo melhor.

Acompanhe a autora:



quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

domingo, 8 de fevereiro de 2015

[Mergulhei Fundo] - Amor a céu aberto

Título: Amor a céu aberto


Autor(a): Flora Figueiredo


Editora: Novo Século


Ano: 2010


Nº de páginas: 80


“A reflora é permanente,
desde que você não tente avançar.
Evite pisar no meu canteiro”. (Fronteira)

O título desse livro de poesias de Flora Figueiredo, caiu como uma luva. Em cada verso, podemos notar que a alma da autora esteve completamente entregue, despida. Suas palavras exalavam amor ao ar livre, a céu aberto, verdadeiramente. Flora escreve com paixão – algo que eu já havia observado em sua outra obra, Limão Rosa (clique aqui).

Ela fala de perda, de angústia e de amor, com muita profundidade. Mostra também sua versatilidade ao escrever poesias com toques sutis de humor. Na montanha-russa que é Amor a céu aberto, o leitor tem a oportunidade de se emocionar com uma poesia romântica e, na página seguinte, abrir um sorriso com rimas divertidas de temas cotidianos.

“Não se encabule.
   
Fórmula do Haicai, de Guilherme de Almeida*
A lágrima nada mais é que simplesmente
uma emoção que precisou fazer xixi”. (Diurético)

Uma das coisas que me chamou mais atenção foi o ritmo que Flora imprimiu a cada poesia. A sensação que nós temos é de que as palavras estão dançando. A autora conta as histórias através das poesias, todas muito bem encorpadas, com início, meio e fim. Essa fluidez foi, justamente, uma das razões para eu ter lido o livro inteiro em minutos. 

“A fila amanhã chega sabendo
que a esperança, por prudência, está dormindo,
pois a porta, antes de abrir, já está fechando”. (A fila)

Agradeço muito pela minha curiosidade ao navegar pela internet e descobrir o trabalho de Flora Figueiredo. Já estou de olho em outros livros que ela publicou, louco para mergulhar de novo em seus versos. Recomendo!

*Haicai: pequeno poema de três versos, de cinco, sete e cinco pés métricos, respectivamente. Em 1936, Guilherme de Almeida acrescentou-lhe a rima fixando a fórmula.

E aí, gostaram? Deixem as opiniões de vocês nos comentários. Até a próxima!