domingo, 9 de junho de 2013

Sinto falta

Foto: Ygo Maia


Sinto falta da casinha do interior,
Da sombra gostosa da jabuticabeira,
Do banho de rio bem cedinho,
De correr descalço a tarde inteira

Sinto falta do meu sorriso bobo,
De reunir os amigos para falar asneiras,
De voltar para casa mais tarde,
De preencher o tempo com brincadeiras

Sinto falta de sair na chuva,
Do poema que eu nem escrevi,
Da ideologia do grande Cazuza,

De tudo aquilo que eu vivi,
Da infância sem tristeza e amargura,
Até das emoções que eu não senti.

2 comentários:

  1. Eu também sinto falta! Ygo faça suas prosas e continue com seus versos, a poesia nós faz bem!
    A poesia nos faz falta, forte abraço meu amigo!
    sucesso em seus estudos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelos elogios, J.F.
      Abraço!!!

      Excluir

AGORA QUE VOCÊ JÁ MERGULHOU NA LEITURA, DEIXE O SEU COMENTÁRIO. ELE É MUITO IMPORTANTE PARA O CRESCIMENTO DO BLOG. OBRIGADO!!!

Obs.: comentários ofensivos serão deletados.