sexta-feira, 31 de março de 2017

Não sou um robô

Sim, eu estou vivo. Aqui não é um robô.

Um bom lugar pra relaxar... eu e quem?
Este é o único post que preparei para o mês de março. Desde o começo do blog, eu não o deixava tanto tempo sem novidades. Sempre tentei postar, no mínimo, uma vez por semana. É que nos últimos tempos eu não tive tempo/inspiração/disposição para atualizar o MNL. Perdão!
Passei por um período turbulento nos últimos meses. Concluí a faculdade de Jornalismo em dezembro e, algumas semanas depois, já estava trabalhando. Daí vocês podem estar pensando: Que coisa boa, não é mesmo?. Okay, acho normal que as pessoas pensem assim, afinal, é maravilhosa a ideia de sair da faculdade e ir direto para o mercado de trabalho. Eu também achei isso, até que...

Bem, eu não estava feliz. O trabalho consumia todas as minhas energias e eu não tinha ânimo para fazer mais nada no meu tempo livre (que era pouquíssimo, inclusive). Eu estava virando um zumbi! O acúmulo de tarefas foi me desgastando até chegar a um ponto em que eu pulei do barco.

Sabe quando você fica contando as horas pra vazar de um lugar? Era assim que eu ficava. A melhor hora do dia era quando eu ia bater o ponto. E isso é muito triste! Acho que você deve trabalhar em um lugar onde você sinta prazer, não dor de cabeça e vontade de ir embora.

A lição que eu aprendi nesse meu primeiro emprego foi que nós precisamos valorizar nosso suor e não nos submetermos a certas situações que nos deixam pra baixo só por causa de um salário na conta a partir do quinto dia útil do mês seguinte. Ninguém merece um trabalho tóxico!

Sei que arrumar emprego de carteira assinada hoje em dia está muito difícil. Os índices de desemprego são assustadores e eu acabo de engrossar essa estatística, mas ainda acredito que coisas melhores estão por vir e pretendo recebê-las de braços abertos. Eu sei que mereço!

Pretendo voltar a atualizar o blog como antes, curar minhas ressacas literárias e dar novos “mergulhos” no meu tempo livre. Não desistam de mim. Forte abraço!  

Consegui convencer vocês?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGORA QUE VOCÊ JÁ MERGULHOU NA LEITURA, DEIXE O SEU COMENTÁRIO. ELE É MUITO IMPORTANTE PARA O CRESCIMENTO DO BLOG. OBRIGADO!!!

Obs.: comentários ofensivos serão deletados.