domingo, 26 de maio de 2013

#Resenha: "Cinquenta tons de cinza"


Título: Cinquenta tons de cinza

Autor(a): E. L. James

Ano de lançamento: 2012

Editora: Intrínseca

Nº de páginas: 480



# A história

O livro conta a história de Anastasia Steele, uma jovem e ingênua estudante de literatura que aos 21 anos nunca teve um namorado. Ana, como prefere ser chamada, é uma mulher bonita, inteligente, mas extremamente desastrada. Ela mora com a amiga autoritária Katherine Kavanagh – ou simplesmente Kate –, que estuda jornalismo.

Kate consegue marcar um horário para entrevistar Christian Grey, um bilionário de 28 anos que comanda um negócio multinacional. Não obstante, ela acaba adoecendo no dia da entrevista e solicita que Ana a realize em seu lugar. Ana corresponde ao pedido de Kate e nem imagina os rumos que sua vida iria tomar após aquele dia.

Quando Ana e Christian se conhecem, logo sentem uma forte atração um pelo outro. Apesar de sua inexperiência, Ana parece decidida a encarar um relacionamento e se entregar ao amor. Christian, por sua vez, é um homem com preferências estranhas e isso faz Ana hesitar em um primeiro momento.

Não demora muito para que eles embarquem num intenso e sensual caso de amor. Ana ignora completamente os conselhos de sua amiga Kate e se deixa seduzir pelo homem que, para ela, é sinônimo de perfeição. Ela descobre mais sobre seus próprios desejos e se choca ao descobrir também que por trás daquele homem de sucesso existe um passado misterioso e segredos obscuros.

# Opinião

Eu não avalio esse livro como ruim, mas ele ficou longe de entrar para a minha lista de favoritos. O que mais me chama atenção é que essa trilogia alcançou um sucesso estrondoso, principalmente entre o público feminino.

Talvez a grande jogada da autora tenha sido criar uma protagonista bonita, com autoestima quase nula e absurdamente ingênua. A mocinha boba que se apaixona pelo bilionário atraente e é correspondida (mesmo que de maneira estranha), foi a aposta de E. L. James.

As semelhanças com a saga Crepúsculo foram visíveis. Isso eu já esperava, por conta do “burburinho” acerca dessa trilogia, mas confesso que fiquei um pouco incomodado por não sentir a originalidade do produto que eu tinha em mãos.

Nas primeiras páginas, gostei do desenvolvimento da narrativa e de como a protagonista fora apresentada. Contudo, no decorrer dos capítulos eu não suportava mais quando Ana revirava os olhos, dizia os mesmos palavrões, mordia o lábio inferior, discutia com a sua “deusa interior” e com o seu inconsciente. No início foi interessante, cômico até. Depois ficou cansativo.

Em um determinado momento do livro, alguns personagens simplesmente desaparecem e toda a trama fica concentrada em Ana e Christian. A grande parte do livro se resume em sexo, sexo e mais sexo. As cenas picantes ficaram repetitivas e os diálogos muito superficiais.

Destaco como um acerto da autora quando o casal passou a se comunicar por e-mails. A leitura ficou mais leve e fluiu melhor. Além disso, os mistérios sobre o passado de Christian deram ritmo ao livro e despertaram a minha curiosidade. Ponto para E. L. James! Os segredos que o “Sr. Perfeição” esconde, alavancaram meu interesse em ler o segundo volume.

# Extra

O livro pode ser facilmente manuseado, o tamanho da fonte também contribui para uma boa leitura. A Editora Intrínseca caprichou, não tenho queixas quanto a isso. “Cinquenta tons de cinza” é um livro de conteúdo erótico, portanto, destinado a maiores de 18 anos. Por isso, não recomendo a leitura a qualquer pessoa.

Vale salientar que esta resenha é baseada no meu ponto de vista. Para interagir e dar a sua opinião, deixe um comentário.

158 comentários:

  1. Ygo meu amigo eu retirei o comentário por haver erro de português, Quero dar meus parabéns pela resenha, sua opinião, seu alerta em dizer que o livro é recomendado para maiores de 18 anos... precisamos cuidar e orientar nossos filhos, sucesso em seus estudos, forte abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, caro Aguiar.
      Realmente, nem todas as pessoas se importam com a classificação indicativa. Esse livro tem um conteúdo inadequado para menores.

      Forte abraço²

      Excluir
    2. Mais do que isso. Nem todos os pais participam da leitura de seus filhos. Sou uma leitora compulsiva desde meus 12 anos. E neste tempo, minha mãe nunca sequer quis saber do que se tratava o livro. Não que eu lesse algo impróprio, mas se por acaso eu pegasse um livro como 50 tons naquela época ela nunca saberia o que se passava naquela página.
      Ps: Posso ter dado impressão que minha mãe não gosta ou não se interessa por livros. O que não é verdade. Nossos gostos são diferentes. Ela prefere auto-ajuda e espiritualidade. Já eu prefiro ficção e científico.

      Excluir
    3. Mariana, você tocou em um ponto muito importante. É preciso que os pais saibam o que os filhos estão lendo.
      Muito obrigado pela sua participação. Volte sempre!

      Excluir
    4. Ygo essa parte infelizmente acontece muiito principalmente com a internet... mas sinceramente eu n li o livro mas ouvi dizer que no decorrer ele desperta
      " vontade de transar" e tbm dizem que o livro tem partes violentas com a tal "Ana"... pode me explicar?

      Excluir
    5. Mariane, com relação às partes violentas do livro, vou explicar sem dar spoiler: sadomasoquismo.

      Excluir
    6. na verdade ele da 6 cintadas nela e ai ela fica com medo e tals
      foi mal ter dado o spoiler mais se e pra proteçao de menores eu falo ate pq eu assistir com minha mae e familia e nao deu nada nao disperta vontade nenhuma e um simples filme porem o livro e mais de boa que o filme #opiniao

      Excluir
  2. Como leitora de romance de banca, me sinto até ofendida com o sucesso de 50 Tons, rs. Não que eu tenha lido, mas já li obras que foram baseadas neste livro (quem já viu, dezenas de livros sendo baseados em algo que era uma fan fic!!!!)... E eu nao consigo gostar desses mocinhos que acham que mulher é objeto ou não sei o que. Cadê o romantismo da coisa?

    Me nego a ler esse livro! hahaha.
    Porém, sua resenha vou ótima! Englobou bem todos os pontos do livro, e soube dosar a critica com o elogio.
    Parabéns!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Arine-san.
      Eu confesso que não tinha o menor interesse em ler este livro, mas como ele caiu quase de paraquedas no meu colo, tive a oportunidade de lê-lo e tirar minhas próprias conclusões.
      Para se criticar uma história, é necessário primeiramente fazer a leitura da mesma.
      Beijos!!!
      Volte sempre...

      Excluir
    2. Interessante como fazem "criticas" sem ao menos terem lido, desculpe Arine-san, mas primeiro leia o livro, depois fale sobre ele..Eu n sei de onde vc tirou que no livro exista a mulher objeto ao qual vc se refere, isso mostra o quanto vc esta enganada, mostra sim uma mulher frágil que salva um homem atormentado.
      Como leitora compulsiva, eu adorei! Leio como diversão, e sendo assim gostei bastante, já li alguns baseados e inspirados tb.
      Claramente o livro é voltado para o público feminino, e é compreensível que os homens não o entendam, se fosse o contrario não teríamos tantos divórcios..rs
      Fez sucesso por conseguir alcançar as fantasias mais secretaras sem perder o romantismo que toda mulher tem.

      Excluir
    3. Obrigado por participar, Vanessa.
      Volte sempre que quiser. O blog está de portas abertas. Democracia acima de tudo.

      Excluir
    4. Concordo com Vanessa. É lamentável que alguém comente sobre algo que não leu,por isso é que só agora depois de passada a euforia das critica e do sucesso é que consegui lê a trilogia e ter uma visão melhor da intenção da autora .Não concordo com você Ygo Maia, pois sei que não é um livro pra ser considerado um grande clássico da literatura mundial,mas temos que concordar que é uma leitura agradável,envolvente e que te faz querer saber mesmo já sabendo o que vai acontecer na continuação.

      Excluir
    5. Agradeço pela sua participação, Roberta. Temos opiniões diferentes, mas é sempre bom ouvir os dois lados. Obrigado! Volte sempre!

      Excluir
    6. Se vc se nega a ler o livro, não tome partido pra falar que se sentiu "ofendida" pelo o sucesso do livro, você não o leu pra falar se é bom ou ruim, então se quiser falar que o livro não presta primeiramente vá ler os livros...#os3

      Excluir
  3. Concordo com você Ygo! E eu acho que é um livro sem conteúdo, não tem nada além de sexo, sexo, sexo... É um livro para as meninihas de 12 a 17 anos ''iludidas'' com a vida...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela sua opinião. Infelizmente você não se identificou para que eu retribua a visita.
      Abraço!

      Excluir
    2. é um livro para meninhas de 12 a 17 anos? eu nunca deixaria minha filha de 12 anos ler um livro desses

      Excluir
    3. Realmente é um livro pesado para menores. Deixei isso bem claro na resenha.
      OBS.: Gostaria que os anônimos deixassem o nome ao final do comentário.
      Obrigado!

      Excluir
    4. eu concordo com a opnião do 1º anonimo....
      sinceramente esperava bem mais pelo tamanho do 'burburinho'.... mto sexo , sexo, sexo...historinha pra "iludidas" ficarem mais "ligadinhas". Só isso!!
      bjs - Anna Raquel

      Excluir
    5. Vi mulheres dizendo que esse livro foi feito para o público feminino, e que por isso os homens não entenderiam, vi dizerem também que era uma "mulher salvando um cara com uma mente atordoada". Gente, por favor, isso não acontece na realidade, ela é tratada como objeto sexual, e nenhuma mulher quer ser tratada assim por ninguém. Bem, tem gosto pra tudo, agora na minha opnião o livro é uma porcaria.
      Em resumo: sexo gratuito... "Pornografia romântica".

      Excluir
    6. Olá, pessoal!!!
      Agradeço muito pelos comentários de vocês. O espaço aqui tem recebido comentários de todos os tipos. É sempre bom receber esse retorno dos leitores.
      Voltem sempre!

      Excluir
    7. Christian Grey é um homem dominador que demostra sua dominação em todas as esferas de sua vida, ele que ter o controle sobre todos e tudo, penso que esses traços se devem ao passado pobre abandonado por parte da mãe biológica usuária de droga. Ao conhecer Anastasia Steele ele começa a jogar com ela,
      tentando domina-la e anular sua livre vontade sobre suas convicções sobre o amor, tratando-a como objeto, e ela idealiza um amor romântico que venha dele, mas ele reluta em não se abrir seu coração para ela, com medo de perder o poder de dominação, ele quer submissão por parte dela, mais ela entra em conflito entre o amor projetado e a realidade vivida, que não é a realização de sua idealização amorosa

      Excluir
    8. Olá, Moisés.
      Gostei da sua análise. Arrisco dizer que poderia até ser a sinopse do livro. Ficou bem interessante.
      Obrigado pela visita. Mergulhe sempre!

      Excluir
  4. Não li essa história, mas exalto a ousadia e a audácia da autora em tratar de um tema polêmico e ousado, diria até que incomum na literatura em geral. Diz o escritor Vitor Hugo que o poeta deve saber pintar o grotesco e o sublime e me incomoda a opinião de pessoas que ainda tem aversão a temas polêmicos e ousados como os desse livro - talvez esse seja o motivo de tantas críticas a essa obra tão lida e apreciada.

    Eduardo Poeta - 29 de setembro de 2013

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, não se pode negar que a autora foi ousada.
      Obrigado, Eduardo. Seja bem-vindo!
      Volte sempre!

      Excluir
    2. Tanbem acho. Vou amar esse filme

      Excluir
    3. Este tipo de conteúdo tem tanto sucesso, porque a nossa sociedade está degradada por valores errados, como a desvalorização da mulher (como objeto) e do consumismo sexual desenfreado e sem respeito, como é o caso do BBB... A cultura brasileira precisa de escritores ousados em querer transformar uma sociedade corrompida..., ou pelo menos tentar. Lamento pelo sucesso da obra... Messias

      Excluir
    4. Desculpa Messias, mas, só acho que algumas pessoas estão degradadas por tanta hipocrisia! O tipo de livro que você quer, não vende! Provavelmente, nem você compre. Não gosta de BBB, muda de canal, assista TV Cultura, vai ler um livro de historia, artigo científico etc.. E voltando ao livro 50 Tons de Cinzas,não li, mas, começo a ler no final de semana. Vi o filme, e achei ótimo, e ele fica ainda melhor, quando se vê com mulheres de mente aberta, engraçadas e divertidas! Gente, todo mundo faz sexo, isto é normal, os bebes não são trazidos por cegonhas! E como cada um faz, ou escolhe fazer, está na intimidade de cada um. Não vai ser um livro,uma ficção ou até mesmo uma realidade que vai me fazer virar uma pervertida ou submissa sexual! Pelo filme, vi que a Autora do livro mandou muito bem! Não sei o porque de tanto alarde, tanta baboseira, que pra mim soa 3 coisas: hipocrisia, bitolagem e ignorância! AFFF, não estou dando conta de gente falando que o filme/livro é coisa do diabo! Fala sério! É muita ignorância! Suéllen

      Excluir
    5. Nem consegui ler o final do primeiro parágrafo do comentaria dessa criatura.

      Excluir
  5. Eu tbem adorei a trilogia e ja estou pensando em ler de novo rsrs e olha que eu detesto ler uma mesma história duas vezes hehe. Mas concordo com a Vanessa, esse livro fez sucesso por conseguir alcançar as fantasias mais secretaras sem perder o romantismo que toda mulher tem. Eu li e recomendo a todas minhas amigas que ainda não leram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anônimo.
      Eu ainda não terminei toda a trilogia. Falta ler o último. Obrigado pelo comentário. Volte sempre! Seria bom que deixasse o seu nome na próxima vez.

      Excluir
    2. Eu amei e amei e amei e amei!
      Lógico que n existe livros perfeitos, James poderia ter desenvolvido um pouco mais...
      Mas a historia é tao apaixonante, se tratando de uma mulher inexperiente que salva um homem das garras dos seus próprios demonios através do amor que ele n conhecia, que esses pequenos erros passam despercebidos...
      Li amei!
      Estou no último da trilogia.
      E ansiosisssima p o lançamento do Grey aqui no Brasil.
      Super recomendo!
      (Flavinha)

      Excluir
    3. é um livro de amor e não de sexo! amor errado, disvirtuado, dor e prazer bão andam juntos, mas ela foi uma vencedora , o submisso foi ele, ja tinha sido e voltou a ser

      Excluir
  6. Só agora eu resolvi ler essa trilogia e olhe que eu sou uma leituramaníaca ou livromaníaca (rs). Ainda não me decidi se esses livros vão para minha lista de favoritos. Mas, eu gostei muito da leitura e recomendo para todas. Gostei como a autora retratou a Ana e o Christian, fiquei irada com a mania de controle dele, não gostei nem um pouco da Mrs. Robinson e achei a Deusa Interior e o inconsciente dela bem engraçadinhos. Enfim, acho até que vou ler eles de novo, só par ater certeza se eles vão ou não para minha formosa lista.

    =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana Paula.
      Acho o termo "livromaníaca" mais interessante.
      (risos)

      Agradeço pelo comentário. Volte sempre!

      Excluir
  7. Exatamente como tudo no mundo, nunca vai existir algo que todos gostem.
    Cada qual tem uma opinião, e o legal mesmo é a pessoa ler e tirar suas próprias conclusões. Até porque ler não arranca pedaço de ninguém, muito pelo contrário é maravilhoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo.
      Obrigado por participar. É uma pena que não tenha se identificado. Volte sempre!

      Excluir
  8. lixo esse livro. não tem nada de historia

    ResponderExcluir
  9. Adorei a trilogia sensacional faz vc mergulhar em um mundo fantástico....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela participação. Respeito não quererem se identificar, mas gostaria muito de saber quem são vocês. Abraços!

      Excluir
  10. Na realidade o cundamento sempre e igual.mulher que se ve em frente um homem que parece a perfeicao,e no tempi sedescobre que ninguem e perfeito,todos tem seus defeitos,e algo que se esconde no passsado tr-

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma fórmula que, apesar de ser pouco inovadora, costuma dar certo. O sucesso da trilogia mostra isso.
      Obrigado!!!

      Excluir
  11. As pessoa s estão em busca de uma boa venda, e um reconhecimento no mercado capitalista, um dos caminhos mais fácil de obter sucesso é o sexo, seja em qualquer sentido.
    Não estou aqui para desqualificar arte de ninguém, afinal, para elaborar uma arte é preciso muita capacidade, e se o livro está sendo muito bem vendido, temos que valorizar quem o elaborou. Afinal, quem não gosta de falar da sexo? É crime? Este livro teve sucesso porque houve uma boa estratégia de conteúdo e capital, todas as classes sociais gostam, fazem e pensam em sexo, desejo sucesso a todos que elaboram um arte com estratégia.
    Concluo que, cabe aos leitores filtrar os seus conteúdos, e evitar menosprezar um arte e seu elaborador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela sua participação. Falou muito bem. É importante que nós expressemos as nossas opiniões, mas sei desmerecer ninguém.
      Destaquei seu comentário no facebook, mas infelizmente você não se identificou.
      Abraço!

      Excluir
  12. Concordo plenamente com o Ygo Maia tem muitas repetições e me decepcionei pq achei q seria uma leitura mais emocionante!

    Contínuo preferindo a Saga Crepúsculo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela participação. É uma pena que não tenha se identificado ao final do comentário. Vou continuar respeitando o direito de todos manterem o anonimato, levando em conta o conteúdo do livro, mas seria ótimo saber quem está comentando.
      Abraço!
      Volte sempre...

      Excluir
  13. Eu não li o livro,confesso, não vou ler, o que me toca e achei genial foi o título. O lance da possibilidade de ver e me encantar com tantos tons cinzentos leva-me a brincar armando na arte, quadros cantantes nos semi tons , além de desejar descobrir suas causas ,origens e o encontro de novíssimas dimensões. Estudar e desvendar infinidades de eventos corpóreos na luta de ser negação da luz ou gradações dela, amplia a mágica da escuridão ,se revelando noutro modo de aprimorar o olhar e talvez comprovar, que a dinâmica de tudo a nosso redor perpassa transmutante em deliciosa impermanência,sempre renascente . A força da negritude se quebra na tentativa de se acomodar em si mesma e se trai atraindo no movimento os respingos da luz imperatriz, zelosa e geradora de todos os possíveis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Radeir, obrigado pela sua participação. Comentário muito inteligente e profundo. Nunca tinha parado para analisar o título dessa forma.
      Abraço!
      VOLTE SEMPRE!!!

      Excluir
  14. Não critiquem a trilogia 50 tons.Leia e entenderá que não se trata de um livro pornográfico e sem conteúdo. É a luta de um homem sensível que descobre o que é o amor e luta para se libertar de seus demônios. Simplesmente um romance maravilhoso com citações de belíssimas músicas clássicas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu comentário, Samantha.
      O espaço aqui está aberto para qualquer tipo de opinião. Sinta-se em casa. Volte sempre!
      Beijos!

      Excluir
  15. Ouvi falar que este livro é muito bom, e estou louca para lê esta bela obra.
    Meu nome é: Maylane costa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maylane. Leia o livro e tire suas conclusões.
      Obrigado pela visita. Volte sempre que quiser. Beijos!

      Excluir
  16. Ola.. Eu tenho 17 anos e li a triologia toda, nao pelo conteudo ser bem puxado para o lado do sexo, mas por ser um livro que me prendeu muito a atencao e refletir um pouco.. Minha mae sempre acompanha o que leio e quando vio o que eu estava lendo ela acho que eu pararia no meio da historia.. Pois ela ja havia lido e achava que eu nao teria cabeça para entende-lo.. Mas acabou que ela sabia que tinha uma boa forma de compreender a historia!! E eu amei todas as partes!! E gostei de que vc deu sua opiniao depois que leu e ao inves de tirar conclusoes precipitadas!! Obriga. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nicole, é sempre bom opinar depois que se lê a obra. Você tocou em um ponto importante no que diz respeito ao conteúdo do livro e da importância dos pais acompanharem o que os filhos leem. Obrigado pelo comentário. Volte sempre ao blog.
      Beijos!

      Excluir
  17. Li toda a trilogia e amei.. E realmente varia muito de pessoa pra pessoa gostar. E gostei mais ainda que você leu pra depois opinar.. E não é algo tãããao assim a ponto de criticas horrorosas.. As pessoas realmente deveriam ler antes de sair falando, por que o livro não é algo pornografico, mais tambem não é um de menor ler..
    Enfim, amei e espero ansiosa pelo filme!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela participação aqui no blog, Carol.
      Eu acredito que o filme também vai gerar muitos debates. Beijos! Até mais.

      Excluir
  18. É um livro instigante, primeiro pelo tema do sadomasoquismo (pouco explorado em literaturas do gênero romance). E muito divulgado em livros de psicologia, suspense e contos eróticos. É uma grande ousadia da autora. Contudo o texto sem duvida se torna monótono e cansativo em muitas partes, concentrando seu foco nas cenas picantes de sexo, e deixando de lado o intrincado jogo psicológico que envolve o leitor pelo comportamento ambíguo de Gray (talvez ai more a sacada comercial do livro...Deixar o leitor atraído mais pelo mistério do que pelos detalhes "sórdidos" da descrição sexual. Mas é um livro para o público feminino, sem dúvida, visto que o enredo se desencadeia a partir de um romance impossível, bem ao gosto dos romances do século XVIII. Diga-se de passagem, época em que o sadomasoquismo já imperava a muito nas alcovas imperiais. Nos mais é um livro, que se eliminarmos as descrições picantes, nada de muito inovador e interessante ficaria pra ser lido, do que já tenha sido contato em muitos outros romances do Gênero. Uma mocinha ingênua de classe média, um homem riquíssimo, interessante, jovem e sexy...e a atração fatal que acaba em uma paixão avassaladora, que os leva a uma breve separação até que o amor supera tdo...Muito clichê!!! Ótima resenha e parabéns pelo cuidado na indicação por idade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Thata.
      Muito obrigado pela sua participação no debate. Destacarei seu comentário na página do blog no facebook. Beijos!

      Excluir
  19. Saudações. De início, não li o livro, portanto não será opinião consolidada. Dei folheada numa livraria. Até leria pois o título atrai - como disse bem Raider. Lembrei até do Círculo Yin/Yang. A ótima resenha de Ygo e as contribuições, adequadas, dos "comentaristas" me convenceram: não o lerei (quem sabe um dia...).
    Digo que é um livro inteligente. Não no conteúdo, mas na forma como encaixou diversos clichês, padrões, de comportamento e outros, situações "meio manjadas". Parece um daqueles "feitos sob encomenda". E deve ser (é assim que funciona hoje o mercado livreiro...). Repito: uma folheada, e mesmo assim percebi um pouco dessa "colcha de clichês". Mesmo a questão do "SadoMaso" não é novidade literária, e as relações entre Dor e Prazer perpassam a cultura humana. Mas livros onde mulheres tem papel mais importante do que apenas "enfeite" são sempre bons. Embora prefira "As Brumas de Avalon".
    No mais parabenizo Ygo e esse espaço literário, inclusive a colocação da indicação etária - embora haja "adultos" de 14 anos e "crianças" de 40... (esses em maior número...). Serei “sócio” desse blog. Sergio Luz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sergio, gostei do seu ponto de vista. Fiquei, inclusive, muito feliz com o seu comentário. Muito obrigado pelos elogios. Seja bem-vindo ao blog. Sinta-se convidado a mergulhar na leitura sempre. Abraço!

      Excluir
  20. nunca m interesei em ler, e 3 amigas minha estava comentando sobre o livro(elas ler muito) eu fiquei muito interessadas em ler ele e super recomendavel.. EU ESTOU LENDO

    ResponderExcluir
  21. O que me deixa chateado em livros e filmes tambem ; não é questão de ser ou não proveitoso , 90% leem livros e assistem filmes baseados na lista ''top ten'' , esse 50 tons... sem a mídia seria um zero a esquerda.

    ResponderExcluir
  22. Não tenho 18 anos mais acabei de ler esse livro , e não achei tao pesado assim , como muitos disseram nos comentários acima .. Fala muito sobre sexo .. Mais que adolescente hoje em dia não sabe o que e sexo .. Só acho .. Minha opinião ...
    EDUARDA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo, também não tenho 18 e não vi o livro como algo que afete os adolescentes, não deve ser direcionado as crianças, mais adolescentes já sabem sobre o assunto e podem sim se aprofundar nessas leituras.

      Excluir
  23. eu amei esse livro, pois quem leu todos sabem que o livro é erótico mais tem conteúdo, uma história que tem começo, meio e fim. Além do mais esse livro não foi só um sucesso como também se tornará um filme, e se analisarmos bem, muitos criticam mais o sucesso foi graças aquelas leitoras que dizem não se interessar por esse tipo de assunto mais sentiram curiosidade em conhecer mais sobre o mesmo. Só acho que vale apena ler todos.
    ah! gostei da resenha, mais sobre a critica já achei um pouco desnecessária, cada tem sua opinião né.
    bjuss parabéns pela resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente minha querida, cada um tem sua opinião e ele tem liberdade de compartilhar a dele, como você mesma fez. :)) Sendo assim sua crítica também foi desnecessária (?).

      Excluir
    2. Kaline Santos, sinto lhe dizer que você está redondamente enganada, querida. Costumo ler bastante obras de ficção direcionadas para esse tema - do sadomasoquismo - e ainda assim achei Cinquenta tons bastante exaustivo e fraco. A história começa bem, mas aos poucos vai se perdendo e cansando - como bem disse meu amigo aqui do blog, Yago Maia. Depois do avançar de algumas páginas, não se aguenta mais ouvir falar da Ana mordendo os lábios, abaixando a cabeça de vergonha, corando, entre outras - É chatoo!! E digo mais: só faz sucesso porque hoje em dia o que a mídia vende é justamente isso, sexo e violência. É disso que as pessoas gostam, infelizmente. Conteúdo fraquíssimo. Romance só a categoria, porque de romance não tem nada. Grey inclusive, num dos primeiros capítulos, confessa que amor não lhe é um sentimento muito familiar, o que ele nutre por Ana e todas as mulheres com quem já esteve envolvido é desejo e adoração. E como não dizer que ele faz dela o seu objeto? Como não!!! Ela aceita um contrato com ele para uma verdadeira perda de liberdade, segundo o qual tem qua agir e viver em função de Grey, para servi-lhe sem pestanejar, sem vontade própria, tendo que se submeter aos seus apelos mais sórdidos e aos maus tratos e vestir as roupas que ele ordena. Uma legítima dama de companhia! Por livre e espontânea vontade, é verdade, mas é. Ele a apresenta a sua mãe dando-lhe a entender que Ana é sua companheira, apenas porque não pode revelar a ninguém sobre o verdadeiro tipo de relacionamento que mantém com ela. E não pode revelar por um motivo muito simples, é crime. Grey é um criminoso de luxo, que vive de aparências e na sombra da impunidade. Ainda que Ana tenha lhe permitindo fazer tudo o que ele fez com ela, não deixa de ser crime - por isso ela assina um documento que garante á Grey sigilo absoluto sobre o que eles fazem dentro do "quarto de jogos". Aí que entra a crítica ao filme, um incentivo à violência doméstica e à uma estilo de vida nada convencional, pra não dizer doentio. Ou você acha que é normal uma pessoa se submeter a tudo isso? Sadomasoquismo é definido pela Psicologia como uma "parafilia", uma forma de perversão, uma tendência que se configura como um desvio de comportamento sexual. E um desvio nada saudável, venhamos e convenhamos! Afinal Grey é o extremo do sadismo e Ana, o da submissão e passividade. Encerro aqui a minha fala.Bjus

      Excluir
  24. EU não li e só o farei se, assim como você Ygo, ele cair em meu colo de paraquedas, porque uma leitura nunca se despacha.. Adorei a resenha. Só pra deixar registrado eu não gosto da saga crepúsculo e para ser sincera não sou muito fã de trilogias... Acho que por isso não tenha a menor vontade de ler, confesso que apenas uma pequena curiosidade pelo fato de ter tantos vendidos... Imagino que tenha um bom conteúdo.

    ResponderExcluir
  25. Li o livro 2 vezes e sou apaixonada pela trilogia, e ao contrario do que os outros falam que esse livro é p adolescentes sem causa, essa é a coisa mais absurda que já ouvi, primeiramente vá em uma livraria compre os livros, ou mesmo baixe de graça na internet e leia-os para tomar uma opinião, acho muito engraçados essas pessoas que dizem isso e aquilo do livro sem ter lido ao menos uma pag. esse foi um dos melhores livros que já li, e olha que já li muitos.. antes de ler o livro eu vi um video na internet falando mal da trilogia, se eu tivesse ficado na ignorância e não tivesse comprado os livros, tvz eu fosse mais uma aki a criticar.
    bjo, parabens pelo blog!

    ResponderExcluir
  26. Prezado Ygo Maia, agradeço muito sua critica e mais porque infelizmente comprei o livro digital ate chegar na parte onde ela conhece o quarto de jogos, eu pensei.... meu Deus com certeza esta não é uma boa lectura para mim!! Então procurei a resenha a qual tinha que ter pesquisado antes de comprar. Mas pelo menos sei que nao vou continuar lendo o livro. Alexia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Alexia.
      Bem, obrigado pela confiança na minha crítica. Porém, devo avisar que se trata de uma opinião. Já que você comprou o livro, aconselho a não abandonar a leitura.
      Beijos! Volte sempre!

      Excluir
  27. Na minha opnião é uma história mal compreendida, até eu nos primeiros capitulos fiquei irritada com a falta de amor própio da ANA,mas no decorrer da história percebi que era sim um romance de mão dupla,mas GREY não sabia demonstrar seus sentimento. E acho que algumas pessoas estão se preciptando em julgar um livro que não leram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Shirley.

      Obrigado pela sua participação. Volte sempre!

      Excluir
  28. Oi tud bem! Ana Maria mostrou o trailer hoj d manhã, tão entusiasmada, q eu pensei: Nossa, q livro é esse!
    E no face uma chuva d opiniões, boas e más, fiquei confusa.
    Li sua resenha e comentarios, vou comprar o livro bjs

    ResponderExcluir
  29. Olá, gostaria de saber se o Radeir fumou alguma coisa antes de fazer seu comentário? rsrs.
    Nos dias de hoje, parece meio estranho classificar algo como impróprio para menores de 18 anos, sendo que muitos jovens sabem mais sobre sexo do que muita senhora que foi retraída quando adolescente, tempos bem diferentes os de hoje. Mas a verdade é que o mundo não é tão romântico quanto a maioria das mulheres gostariam e é na literatura que encontram sua válvula de escape (de certa forma). Gostei de todos os comentários e achei bem válido essa trilogia, só não podemos esquecer que novelas das nove não passam de novelas, pés no chão e encaremos os fatos como são. Abs...Jeferson Rebelo.

    ResponderExcluir
  30. Embora seja um best seller, sua principal característica é a parafilia , livro e “só” trailer do filme com tamanho sucesso, aclamando por donas de casa comuns, confesso que me assusta bastante.

    ResponderExcluir
  31. Então os comentários aqui expressados só permanecem se forem apraz ao Sr. Ygo caso contrário o mesmo é deletado ,pois ao relatar minha opinião na data de 24/07/14 a mesma foi DELETADA ,pois o CALOCA deixa as quais lhe convém cade a liberdade de expressão ,haverá uma nova formulação em nossa Carta Magna e eu ainda não vi mesmo assinando como sempre frisa foi deletado ,cade a liberdade de expressão ???????????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anônimo.
      Eu sou notificado por e-mail por cada comentário feito no blog. Os comentários do dia 24/07/14 foram lidos por mim. Eu vi um comentário lá, mas que aqui ele NÃO APARECEU. Gostaria que você confirmasse se o seu comentário é este aqui:

      "Confesso que li o livro e sentia forte compulsão em manter relações com meu namorado e quando não possível tinha até que tomar banho frio,mas recomendo é uma ótima obra,aguardo ansiosamente o filme ,Carla Biemell 17anos"

      Como eu disse, este comentário não está AQUI no blog. Em momento algum eu apaguei qualquer comentário. Caso este comentário não seja o seu, desculpe pelo transtorno. Mas eu realmente não sei o que houve com o comentário.

      Gostaria, inclusive, de pedir que manifeste novamente a sua opinião aqui. Obrigado!

      Excluir
  32. finalmente uma opinião madura a respeito do referido livro... não li o mesmo porque li algumas críticas e não concordei com todas... você tem razão precisamos cuidar com o que lemos... não é porque tem um bom marketing que um livro pode ser bom... Parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vera Lúcia.
      Agradeço pela sua participação.
      Beijos!

      Excluir
  33. tenho 14 anos li os livros e não achei o conteúdo tão erótico como falavam, o trailer do filme que será lançado em 2015 também não mostra muita coisa, pra falar a verdade 50 tons de cinza é cansativo por causa da Ana, aquela deusa mais parece uma demonia interior, o livro é como se edward e bella de crepusculo transassem sem parar! e o segredo sadomasoquista de christian grey não me agradou, apesar que vindo dele não podiamos esperara outra coisa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Eu também cansei da "deusa interior".
      Volte sempre!

      Excluir
  34. Eu acabei de ver o trailer e me apaixonei, já tinha ouvido falar mas não estava com fé que realmente seria bom por ser um fanfic, estou em dúvida se começo a ler logo os livros ou assisto o filme primeiro e depois leio, para não criar expectativas. O que você me aconselha, leio o livro ou espero o filme?
    Ass: Daniela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Daniela.
      Bem, eu particularmente gosto de ler o livro primeiro e só depois ver o filme. Comigo funciona melhor assim, porque o livro é mais "completo" e te permite "viajar" bem mais.

      Beijos!

      Excluir
  35. Olá, li de curioso mas não é meu tipo de leitura, gostei mais de ler "O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota” de Olavo de Carvalho. Esse não precisa de filme porque esta entranhado no nosso dia a dia. Chegastes a ler esse Ygo ?
    Abs!!! Junior, de Porto Alegre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Junior.
      Não, eu nunca li esse livro que você citou, mas irei anotar a dica. Obrigado!
      Um abraço! Volte sempre.

      Excluir
  36. Assim como voce, notei a grande semelhança com Crepúsculo. Mas devo manifestar minha opinião em relação ao livro em si. A Anastasia é uma heroína que existe em casa mulher e o Christian é um sedutor nato que nos prende do início ao fim. Não achei o livro monótono, ele mantém um linealidade lógica que permite que a história não se perca nos detalhes que permeiam a obra. Cinquenta tons de cinza é uma joia rara que nos é dado nos dias de hoje como um marco em nossa Literatura. É uma linguagem moderna para os dias modernos que vivemos. Eu estou aqui, simplesmente, apaixonada com a história e estou ansiosa pra ver o filme. Sou uma amante da literatura e, com certeza, Cinquenta tons de cinza entra, sem sombra de dúvidas, para a minha lista de livro preferidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      Agradeço a sua participação. Seja bem-vinda e volte sempre que quiser.

      Excluir
  37. Li! e quero parabenizar o autor pelo trabalho estratégico " Sexo" como o destaque na historia, mas como já foi comentado aqui o livro é uma porcaria, também não entendo a proporção de vendas, ou melhor sei sim, mas friso meu respeito pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Nós precisamos respeitar o trabalho de quem escreveu, sem dúvida. As opiniões devem ser relacionadas ao livro em si.
      Obrigado!

      Excluir
  38. Parabéns! Você disse tudo que eu penso...
    Adorei o blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Fique à vontade para retornar sempre.
      Pena que não se identificou.

      Excluir
  39. Estou doida pra ler esses livros..
    gostei do blog tambem

    ResponderExcluir
  40. Amei o livro, achei a história deles fantástica. Não que isso aconteça na vida real, sei que é meio difícil, e mais difícil ainda é ser iludida por eles. Recomendo sim a leitura da trilogia.
    -Lauranna Cristina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, gente!

      Obrigado por terem participado comentando aqui.
      Lauranna Cristina, eu também acho difícil acontecer algo como mostra no livro.

      Voltem sempre!

      Excluir
  41. A trilogia parece muito com a Saga Crepúsculo, livros que eu amei no auge dos meus 15 anos. 50 Tons de Cinza é como uma continuação da saga citada acima, dando aos fãs vontade de ler. Eu particularmente gostei de tudo, o mistério puxa sua atenção, por mais que no fundo já exista uma ideia do que vai acontecer. O primeiro livro da trilogia, discutido em todos os comentários, realmente fala mais sobre sexo, mas a continuação dos outros livros tiram o foco disso e mostram o amor que Christian tem por Ana e o quanto ele é capaz de fazer pra ficar com o grande amor da sua vida, tanto que ele queima os chicotes e etc, para tê-la novamente, e o quarto vermelho da dor é citado uma ou duas vezes. Por fim Christian praticamente deixa essa vida de sadomasoquista para ter uma família normal, como tantas outras. É um romance erótico, mas e daí, todos um dia na vida vão chegar nessa fase, não como o livro conta, mas vão chegar com certeza.
    Isabelly Medeiros
    P.S.: Ótimo blog, parabéns pelo trabalho e resenha muito boa. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Isabelly.
      Gostei muito da sua opinião e dos seus argumentos. Obrigado!
      Fico feliz que tenha gostado do blog. Volte sempre! Beijos!

      Excluir
  42. Olavo tenho 15 anos e li a triologia 50 tons de sinza amei o livro to ansiosa pra o lançamento do filme assim que lançar vou direto pro cinema ver

    ResponderExcluir
  43. o livro e msm emocinante, porem meio que sem conteudo.

    ResponderExcluir
  44. tenho 16 anos e ja li o livro e vario da minha idade ja leram e acham otimoooo

    ResponderExcluir
  45. Olá ! Tenho 17 anos , li a Trilogia 50 tons e Ameei . Minha mãe me aconselhou a não ler , mas estava muito curiosa por ouvir falar tanto sobre o livro , que me entreguei a ele . a principio não achei grande coisa , mais ao decorrer da leitura , quando a história estava começando a ter "graça" não resisti.
    A Trilogia é para quem gosta de coisas além do comum , para quem gosta de romance , emoção , mistério , sexo e suspense . Entre o três , na minha opinião o melhor é o terceiro ( 50 tons de liberdade ) , que é o livro que aborda mais o romance entre ambos ..
    Em fim ! Adooorei A trilogia e recomendo . Já indiquei a minhas amigas , e as que já começaram a ler , já estão tão empolgada assim como eu fiquei .
    Se cuidem .. Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, pessoal.
      Obrigado por participarem, deixando a opinião de vocês. Sejam muito bem-vindos.
      Abraços!

      Excluir
  46. Gente, eu Ameiii o livro, achei a história MARAVILHOSA!!! .. Claro que teve alguns momentos que quis bater no Christian com as mesmas armas (rsrs), mas achei muito bem colocada..É uma história para adultos, é óbvio, tbm acho que deve sim ter uma faixa etária de idade, por ser um livro de erotismo total.. Indico a quem ainda não leu, leia para que saiba e comente conhecendo a fundo o assunto ;)

    Parabéns Ygor Maia, democracia é sempre bom!!!

    Abraços e até a próxima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marcelle.
      Obrigado pela sua participação e pelo seu comentário. Volte sempre. Beijos!!!

      Excluir
  47. Concordo plenamente com sua resenha Ygo, ate certo ponto o livro é interessante e tals, mas começa a ficar repetitivo:
    " não suportava mais quando Ana revirava os olhos, dizia os mesmos palavrões, mordia o lábio inferior, discutia com a sua “deusa interior” e com o seu inconsciente. No início foi interessante, cômico até. Depois ficou cansativo."

    Lorrayne.

    ResponderExcluir
  48. Li de tanto ouvir falar. Resumindo: - 'pornô para adolescentes' travestido de "romance adulto". Fico p... só de pensar no tempo que perdi lendo essa coisa. Daqui a 50 anos ninguém ouvirá falar de um lixo literário desse quilate.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até que enfim alguém inteligente classificou bem o tom de cinza como lixo literário,isso quer dizer que ainda temos pessoas com a mente sadia nesse mundo.

      Excluir
    2. Olá,
      Eu diria que a expressão "lixo literário" é um tanto pesada. Como leitor, observei as deficiências da obra e as destaquei na resenha, mas o produto tem o seu valor. Conheço algumas pessoas que não gostavam de ler e que tiveram o primeiro contato com a leitura através dessa trilogia. Considerando este aspecto, o trabalho da autora conseguiu despertar o interesse pelos livros em muita gente. Acho isso bastante válido, apesar de tudo.
      Obrigado por deixarem a opinião de vocês. Voltem sempre!

      Excluir
  49. Não vejo a hora de olhar o filme.. vi o trailer e me apaixonei...

    ResponderExcluir
  50. Quase dois anos de comentários... Percebesse, uma dicotomia entre os comentários masculinos e femininos, a idade de alguns influência nas análises, uma tendência pejorativa, acaba surgindo! Fruto de uma falta deconhecimento, com essas preferências sexuais de muitas minorias, não vi nenhuma declaração de autênticos SM... O quer seria valioso, para resenha tão democrática!!! Particularmente, discordo em parte de sua resenha, acho o tema atual, e mercante, não vejo tanta ligação com o tema vampirico... Sim, com a boa estratégia do autor em ser comercial... Com certeza esses livros estão abrindo um novo caminho, para as opções sexuais menos conhecidas, mas que nem por isso deixaram de existir... Os SM, estado por ai, em silêncio, acreditem, eles tem todas as idades possíveis... Sucesso!!! Pedro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pedro.
      Obrigado por expressar o seu ponto de vista. Volte sempre!

      Excluir
  51. Amei o Livro` algo diferente por que muitas daz vezes que expressa esses desejos são mulheres, é não homem então e algo especial diferente com desejos profundo que ele sentia que guardada´pra ele, e entretando ele encontra uma pessoa que tão sentir esses mesmos prazeres que ele, o livro e encantado especial, algo forte (observção); na minha opnião acho que esse livro hoje no seculo 21 ja devia se liberado pra todas idade ate por que mesmo, hoje os jovens praticão esse desejos diferentes, e bom que eles ja apredem e já vão sabe oque são essas coisas é algo que devia tanto se expressa para os adultos como para jovem a parte de 14 ano de idade

    ResponderExcluir
  52. O Autor soube utilizar a carência de conteúdo erótico que as mulheres tem, principalmente as mais jovens, para conquistar reconhecimento e um excelente capital, mas contos deste tipo tem vários sites na internet que pode se buscar por categoria de contos.

    ResponderExcluir
  53. Gostei muito dos diversos comentários, agora que não tenho mesmo vontade de ler... Mas gosto por leitura é melhor nem discutir....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, pessoal.
      Essa trilogia divide opiniões mesmo. Agradeço a todos que se dispuseram a expressar as suas aqui. Continuem ''mergulhando'', leiam as resenhas dos outros livros e sejam bem-vindos.
      Obrigado!

      Excluir
  54. Avaliações vagas, imprecisas, descabidas de impessoalidade, tendenciosas: Brasil...

    ResponderExcluir
  55. Este tipo de conteúdo tem tanto sucesso, porque a nossa sociedade está degradada por valores errados, como a desvalorização da mulher (como objeto) e do consumismo sexual desenfreado e sem respeito, como é o caso do BBB... A cultura brasileira precisa de escritores ousados em querer transformar uma sociedade corrompida..., ou pelo menos tentar. Lamento pelo sucesso da obra... Messias

    ResponderExcluir
  56. Lendo todos estes comentários de opinião fico cada vez mais louca para ler 50 tons.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, gente!
      Cada dia que passa, fico mais impressionado com os debates que essa trilogia tem provocado. Agradeço pela participação de todos e os convido a visitar as outras postagens. Voltem sempre!

      Excluir
  57. Eu não li o livro, mas acho que posso partilhar minha curta opinião como a primeira impressão, afinal as vendas são baseadas nisso, na maioria das vezes.
    Ele aparenta ser clichê e não ter uma trama muito desenvolvida. Talvez o ponto G tenha sido os segredos do Christian, e ele não me desperta interesse algum se for comparado ao enredo. No resumo, a primeira impressão foi falha e não pretendo ler.
    Está certo que o livro não pode agradar a todos, afinal temos gostos diferentes; uns gostam de ficção, outros já são mais realistas e por aí vai. Porém acredito que obras com um enredo melhor desenvolvido poderiam ganhar tanta atenção como 50 Tons.
    Att.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não li,mas pelos comentários e pelo que vejo no yutub ,já vi que romantismo não não existe e nem tom de cinza devia ser cor de abóbora,porque não adianta um galã rico, lindo por fora e por dentro um pão bolorento cheio de escuridão que acha que a mulher tem que ser submissa aos seus desejos sado masoquista.Mulheres se valorizem não sonham com esse tipo de homem,porque as vezes é melhor beija um sapo,pois esse sim com certeza pode virar um príncipe.Pior de tudo é ainda a justificativa de que o galã só tem esse desejos sado porque foi abusado e submisso quando criança,ah tá agora sacanagem sexual é sinônimo de abuso na infância.

      Excluir
  58. Ola!! Eu não li o livro, mas vi o filme, confesso que fiquei um pouco decepcionada, esperava mais emoção,ou fogo entre Ana e o senhor Grey, achei monótono o filme, por ser romântico e até previsível.Mesmo assim achei que o mesmo não é recomendável para menores.
    Berenice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Annie, Doraci e Berenice.
      Agradeço pela participação de vocês. Mergulhem na leitura à vontade. Beijos!

      Excluir
  59. Eu esperava mas do livro.... Mas depois da pagina 150 cansei de ler. Não achei nada romantico.

    ResponderExcluir
  60. Romantismo, hello!!!! Muito longe de ser romântico, é no máximo um conto erótico destes que se lê em sites pornográficos. É uma Alice no País das Maravilhas para maiores de 18. Recurso pertinente para aquelas mulheres que não conseguem se contentar com a vida real, com os companheiros reais, que acordam cedo para trabalhar, são pais de família, que tem que se virar para sustentar uma família com um salário, que jogam futebol aos domingos. Enfim coisa de gente alienada, ou que quer ser alienado. Se o Dr. Grey kkkk fosse pobre no máximo seria uma história contada no programa do Datena. #Lamentável.

    ResponderExcluir
  61. Ótima resenha Ygo Maia! Tirou as minhas dúvidas sobre esse tão falado "50 tons de cinza".
    No facebook esta fazendo um sucesso e tanto. Li algo no facebook,dizendo "se brasileiro,pobre,bate em mulher,é lei Maria da Penha,se bilionário o faz,é 50 tons de cinza". rsrs
    Então fiquei na dúvida,se teria violência entre o casal. Mas como você explicou em um comentário,é sadomasoquismo. Então,é outro tipo. Vou compartilhar,sua impecável resenha,com meus amigos. Parabéns pela interação e educação,ao responder os comentários.

    ResponderExcluir
  62. Para mim é também uma Imitação de 91/2 semanas de amor. Que aliás bem melhor! Kim Basinger Divina! Sugiro que os nascidos depois de 1990 assistam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Obrigado pela participação de vocês.

      Wanderléia, eu também vi essa postagem no Facebook. rsrs
      Que bom que você curtiu o blog. Volte sempre!

      Borges, eu vou anotar a sua dica. Bem-vindo ao "MNL".

      Abraço!

      Excluir
  63. Ainda nao consegui entender 100% o filme. Talvez pelo fato de nao ter lido o livro. Não entendi todos os problemas de Christian, seriam eles somente o sadomasoquismo? Não entendi porque Christian não gostava de ser tocado e o que mais martela na minha cabeça, não entendi essa frase do mesmo - "Fudido em 50 tons diferentes". Você poderia me explicar?
    Obg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      O personagem tem alguns traumas de infância. Ele sofreu muito até virar um bilionário dominador. Quanto à frase, acredito que seja uma metáfora (alguém me corrija se eu estiver errado), como a expressão "se ferrar de verde e amarelo". No caso dele, sendo algo mais grave, teve 50 tons. É isso (ou quase isso).
      Agradeço pela visita. Abraço!

      Excluir
  64. Parabéns pelo blog! Olha que vídeo legal sobre 50 tons de cinza. Ele mostra o ponto de vista masculino e o feminino sobre o livro. Você poderia mostrar o vídeo no seu blog? Abraços.
    https://www.youtube.com/channel/UCIlQocDkXUdsRI3sHUeiXqw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Posso divulgar o vídeo na página do blog no Facebook.
      Obrigado!

      Excluir
  65. Sua resenha ficou ótima,parabéns . Mas esse livro e horrivel , ridiculo não sei como teve tanto sucesso assim . Só mostra coisas absurdas , eu e minha filha fomos em uma livraria ela abriu o livro em uma pagina com cenas pesadas e perguntou o que era , na hora não sabia o que responder pois ela tem apenas cinco anos . Mas sua resenha ficou muito boa parabéns !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Muito obrigado pelo elogio. Fico feliz que tenha gostado.
      Nossa, que situação difícil essa pela qual você passou. Eu acho que também não saberia o que responder.
      Volte sempre!

      Excluir
  66. Nunca li o livro , pretendo. Ao ouvir comentários que são pra adolescentes ingenuas , fico um pouco ofendida , porque toda mulher um dia foi adolescente e criança. Então não critique algo q vc já viveu um dia , se não viveu , tenho pena de vc ... Aliais , tenho 15 anos e estou louca pra ler a trilogia e olhar os filmes , minha mãe super apoia , pq enquanto eu estou apenas imaginando tem gente praticando e botando mais crianças no mundo para serem mal tratadas , abusadas , abandonadas etc ( Eu sei q nem toda mãe nova faz isso com seus filhos , pois minha mãe engravidou de mim com a minha idade e teve responsabilidade e caráter para me criar e educar MUITO bem , mais existe pessoas sem amor no coração nesse mundo .. ) Enfim , desejo um ótimo livro e filme pra mim e pra todos , e quem não gostar , pelo menos respeite , porque gosto é gosto , e gosto não se discuti.

    ResponderExcluir
  67. bom gostei muito do filme comecei a ler o livro penso que foi na minha conclusao que a autora do livre quiz aborda que amar nao e aceitar tudo , claro existe mulheres que aceitam aquele tipo de sexo mas como li de alguns colegas acima entre 4 paredes cada um se insuna como quer ...
    mas gostei sim nao seria tambem um das minhas listas de favoritos mas gostei sim e falando de que menores nao podem ver e claro que nao deveriam mas se hj nao conseguimos controlar jovens de beber usar dorgas quanto mais de ver um simples filme mas respeito a opiniao de todos ygo sua resenha foi otima parabens meu nome e bethanya keyth

    ResponderExcluir
  68. Muito boom mesmo...Quanto custa esse livro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, gente.
      Obrigado pela participação de vocês.
      Respondendo: não sei exatamente quanto custa. Mas se pesquisar na internet é possível encontrar por um preço razoável em alguns sites.

      Excluir
  69. Bem, sou uma leitora principiante, então possa ser que eu não tenha um alto grau de critica, mas li o livro e gostei muito, sei que tem muitas partes que fala sobre os atos sexuais dos personagens, mas o que mais me interessou a continua ler foi se Christian Grey o personagem conseguiria vencer os seu medos, e ver se ele iriam ama Anastásia, e se ele conseguiria vencer os seus demônios e seu passado obscuro, já li 50 tons de cinza e 50 tons escuros e agora estou lendo 50 tons de liberdade, no meu caso não acho que as citações de senas sexuais faz com as mulheres tenha vontade de prática as mesmas coisas wue muito vem dizendo sobre o livro.

    ResponderExcluir
  70. Bem, achei muito interessante o jeito que autora falar dos traumas de Christian Grey e que isso foi o causado pelos traumas de sua infância, e que na sua adolescência ele foi o jivem muito rebelde que não conseguia vencer seu traumas e que fez vários tipos de tratamentos, mas infelizmente com todos esses demônio do passado lhe perseguindo ele ainda teve que enfrentar, pensando ser o melhor caminho o s
    Sra. Robinson que o ensinou o caminho da perdição, então com a chegada de Anastásia tudo munda pois ela não aceita suas regras mas o ama e ele aprende a ama- la.
    O que eu absorve dessa histórias que não devemos fazer coisas não gostamos para agradar a pessoa que a gente ama, pois se ela verdadeiramente nos ama, ela tem entra em comum acordo para serem feliz, amei a leitura do livro!

    ResponderExcluir
  71. Os protagonistas não transmitem química e de lá começa o declínio do filme. Eu vi a programação HBO, porque eu pensei que a primeira vez que a vi eu estava distraído pelo fato de que a adaptação foi um pouco ruim. No entanto, apenas confirmei que o enredo é terrível e faz a história se torna absurdo.

    ResponderExcluir
  72. Uma história que a faz a leitora, sim (mulheres), se identificar com á personagem, tal como seus defeitos, chega o super bilionário bonito é jovem para salva-la de sua baixa estima.

    Produtos fracos que manipulam as pessoas. Talvez estje errado, mas para mim, ficou esta impressão.



    ResponderExcluir
  73. Não li o livro pq os comentários eram mto ruins. Cinco dias atrás resolvi cair na bobeira de assistir com meu namorado. Tenho 35 anos e sou complexada com meu corpo. Meu namorado é mais novo e tem um corpo perfeito.

    ResponderExcluir
  74. Nunca acreditei na vida que na cama, sentada ao lado dele, eu ouviria o doente falar que o corpo dela era perfeito. Que estava excitado e se poderíamos transar naquele momento e ele me chamar de Ana!

    ResponderExcluir
  75. Serviu para alguma coisa: dar o pé na bunda dele.

    ResponderExcluir
  76. Sou advogada, tenho mestrado e estou acabando minha tese de doutorado, falo fluentemente 4 línguas, levo café na cama, sou romântica, mas NADA disso importa.

    ResponderExcluir
  77. Fico triste com homens... É td físico. Então os 50 tons de cinza só serviu pra isso. Comprei o livro ontem. Ele tem uma grande utilidade: fazer calço na mesa do meu computador.

    ResponderExcluir
  78. Uma pergunta. Pq o título é 50 tons de cinza, mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maíra.
      Vou tentar explicar o que eu imagino: traduziram para "Cinza" o sobrenome de Christian, que é "Grey". Quanto aos "Cinquenta tons", acredito que seja uma metáfora para indicar que o personagem tem vários problemas, traumas, cicatrizes... Não sei se é isso mesmo, mas é o que acredito.
      Beijos! Volte sempre.

      Excluir
  79. Eu amei o livro ,n q eu me leve asubmissao como algumas pessoas dizem eu achei o livro muito bom mas eu tenho dose anos oq vc acha igo?
    l

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, ilah.
      Deixei a resposta lá no outro post que você comentou. Beijos!
      Volte sempre.

      Excluir
  80. Bom dia Ygo! Depois de todo sucesso do livro e do filme,que aliás, nunca li nem assisti. Depois de ler os comentários e ver que alguém procurou pelo romantismo.. eu que escrevo poemas, não vejo graça numa leitura sem poesia. Abraços e grata pela resenha boa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dalva.
      Também penso assim. Eu não achei o livro romântico, outras pessoas já acharam. Questão de ponto de vista. Obrigado pela visita e volte sempre. Beijos!

      Excluir
  81. Nunca li nem o livro e nem vi o filme so vejo algumas pessoas falarem

    ResponderExcluir

AGORA QUE VOCÊ JÁ MERGULHOU NA LEITURA, DEIXE O SEU COMENTÁRIO. ELE É MUITO IMPORTANTE PARA O CRESCIMENTO DO BLOG. OBRIGADO!!!

Obs.: comentários ofensivos serão deletados.