domingo, 5 de maio de 2013

#Resenha: "Um Dia"


Título: Um Dia

Autor: David Nicholls

Ano de lançamento: 2011

Editora: Intrínseca

Nº de páginas: 410



# A história

Emma Morley e Dexter Mayhew se conhecem na festa de formatura da universidade em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte terão que seguir caminhos distintos e sabem também que a possibilidade de nunca mais se verem é real. Eles decidem passar o dia 15 de julho, Dia de São Swithin, aproveitando a companhia um do outro. Depois disso, tornam-se grandes amigos.

Dexter faz o estilo mais descolado, piadista, garanhão. Ele de vez em quando bebe e está com um cigarro na boca. Já Emma é um pouco mais recatada, mas possui um grande senso de humor. Ela é responsável, inteligente e, além disso, muito bonita, apesar de não enxergar sua beleza no espelho, por conta de seu terrível problema de autoestima.

Os acontecimentos são narrados ano após ano, sempre no mesmo dia: 15 de julho. Cada um segue por estradas diferentes e fazem novos amigos. Eles acumulam algumas vitórias no decorrer do tempo, mas também fracassos que são necessários para o amadurecimento. Entre risos e lágrimas, sucesso e oportunidades perdidas, eles acabam desvendando o verdadeiro significado daquele dia tão especial.


# Opinião


Talvez essa tenha sido a resenha mais difícil que eu já fiz. Acredito que tamanha dificuldade se deu pelo fato de esse livro ter mexido comigo de um jeito, digamos... estranho. No final da leitura, fiquei me perguntando: afinal de contas, eu gostei ou não de “Um Dia”? Vou tentar explicar a vocês os motivos desse dilema.


Os capítulos mostram como está a vida dos protagonistas, sempre no dia 15 de julho. Eu fiquei perdido em alguns momentos da narrativa, porque muita coisa mudava de um capítulo para o outro. Emma e Dexter já trabalhavam em outros lugares, moravam em outros endereços, curtiam novos relacionamentos. Parecia que eu estava pulando em um trem em movimento e precisava sempre de três ou quatro páginas para voltar ao “pique” da leitura.

Mais um ponto que considerei negativo no livro, foi alguns fragmentos em que os personagens falavam em outros idiomas – principalmente o francês. A tradução não fora disponibilizada em nota de rodapé ou nada parecido. Isso não aconteceu em dois ou três diálogos, mas sim várias vezes no decorrer das 410 páginas. Como o francês é um idioma distante para mim (creio eu que para diversas pessoas também), isso me incomodou e travei durante esses trechos.


Entretanto, em determinados momentos eu fiquei simplesmente “enfeitiçado” com o livro. O autor David Nicholls mostrou a essência dos personagens com muita veracidade. Nenhum personagem é inteiramente bom. Todos eles são falhos, possuem suas fraquezas. Gostei do final da história também, ficou excelente.

A narrativa recheada de ironias foi o ponto alto de “Um Dia”. Fui flagrado por mim mesmo com um sorriso no rosto enquanto lia. Esse foi o primeiro livro que li do autor e pretendo ler outros. Talvez os fãs de Nicholas Sparks também gostem desse livro. Mergulhem na leitura!

6 comentários:

  1. Estou de olho nesse livro faz um tempo. Gostei do seu ponto de vista e acho legal quando o livro embaralha nossa mente, né? kkk Gosto de ironia e iria amar esse livro.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado!
      rsrsrs
      Paloma, acho que você iria gostar sim. Quando você tiver oportunidade de lê-lo, diga-me o que achou, ok?
      Beijos!!! Volte sempre!!!

      Excluir
  2. Bela resenha. O livro nunca li, mas já assisti o filme. Nada mal, mas não me deu essa vontade de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Mony!
      Eu nunca assisti ao filme, mas imagino que o livro ainda seja melhor.
      Beijos!!!

      Excluir
  3. Adorei a resenha, certamente me fez ficar tentada a ler (: Criei recentemente um blog literário http://desventurasliterarias.blogspot.com e ficaria super feliz se você desse uma passada por lá pra avaliar a minha escrita.

    Sucesso sempre!
    Grata desde já,
    Mirela Andrade

    ps: achei o seu blog lá no Portal Teia. Tô te seguindo! (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Mirela. Leia mesmo, depois você me fala o que achou, certo?
      Já passei lá no seu blog, gostei do que vi. Parabéns!!!

      Seja bem-vinda para mergulhar na leitura quando quiser.

      Beijos!!!

      Excluir

AGORA QUE VOCÊ JÁ MERGULHOU NA LEITURA, DEIXE O SEU COMENTÁRIO. ELE É MUITO IMPORTANTE PARA O CRESCIMENTO DO BLOG. OBRIGADO!!!

Obs.: comentários ofensivos serão deletados.