quarta-feira, 9 de abril de 2014

#Resenha: "A Droga da Obediência"


Título: A Droga da Obediência

Autor: Pedro Bandeira

Ano de lançamento: 2009

Editora: Moderna

Nº de páginas: 192



# A história

A Droga da Obediência é o primeiro livro da série Os Karas.

Quando Bronca, estudante do Colégio Elite, desaparece, Magrí, Calú, Crânio e Miguel entram em ação para descobrir quem estaria por trás daquilo. Miguel, o líder dos Karas, convoca uma reunião de emergência para planejarem cada passo da investigação. No esconderijo, que ficava nas dependências do colégio, os quatro foram surpreendidos por Chumbinho, que os seguiu sem ser notado.

No fim das contas, tiveram que aceitar o moleque intrometido como membro do grupo. Miguel acreditava que Chumbinho só traria problemas aos Karas e, por isso, daria um jeito de descartá-lo em breve. Porém, o garoto contrariou as expectativas de Miguel, mostrando-se bastante útil ao revelar que esteve com Bronca pouco antes de seu desaparecimento e que o mesmo andava esquisito.

O caso não era isolado. Estudantes de outros colégios de São Paulo também haviam desaparecido e os Karas precisavam agir com rapidez e cautela ao mesmo tempo. Coube a Chumbinho a missão de ficar “na cola” de um aluno para colher informações. Foi assim que ele descobriu a Droga da Obediência, que, como o próprio nome sugere, é usada para fazer a pessoa obedecer.

Os estudantes que desapareceram estavam sob o efeito da droga. Eles perderam a vontade própria e a capacidade de raciocinar. Agiam como verdadeiras máquinas, possibilitando que os criminosos os capturassem facilmente. Eles foram usados como cobaias de uma perigosa experiência do Doutor Q.I., que planejava dominar o mundo com a Droga da Obediência. Porém, os Karas estavam prontos para impedi-lo.

# Opinião

Quem nunca pensou em viver uma grande aventura? Principalmente na infância, inspirados pelos heróis dos desenhos animados, quem nunca se imaginou salvando o planeta? É isso que move o livro A Droga da Obediência: o desejo de salvar o mundo.

Durante a leitura, várias vezes tive a sensação de estar assistindo a um episódio de Três Espiãs Demais, que eu acompanhava quando era criança. Temos os protagonistas que tentam desvendar um mistério, vilões com planos diabólicos, e, claro, não poderiam faltar os comparsas bobalhões, empregados para quebrar um pouco a tensão da história e arrancar risadas do leitor.

O livro é curto, mas bem movimentado. A maioria da história se desenrola através de diálogos, portanto, não apresenta muitas passagens descritivas. A inteligência dos Karas é o que dita o ritmo do livro. O autor Pedro Bandeira narra o que deve ser narrado e deixa o resto correr, simples assim.

Foi uma leitura prazerosa e rápida. A Droga da Obediência faz parte de uma série destinada ao público jovem, mas eu o recomendo a leitores de qualquer idade. Para os que não têm o hábito de ler, é uma excelente opção para adentrar no mundo literário, pois ele possui poucas páginas e o enredo prende a atenção do começo ao fim. Mergulhem sem medo.

*O livro foi publicado pela primeira vez em 1984. 

6 comentários:

  1. Oi Ygo!
    Esse foi um dos primeiros livros que li, fiquei completamente apaixonada pela escrita do Pedro Bandeira que li toda a série em poucos dias. Apesar de fazer bem mais de 10 anos que fiz essa leitura ainda me lembro como se fosse ontem. Realmente é uma leitura super indicada para quem não tem o hábito da leitura.

    Beijinhos
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jessica.

      Eu também quero ler toda a série o mais rápido possível. Obrigado pela visita. Volte sempre! Beijos!

      Excluir
  2. Não sou a maior fã do Pedro Bandeira, li algumas obras dele, achei razoáveis, mas nenhuma realmente me ganhou. A droga da obediência ainda não li, quero muito realizar a leitura sobre essa série Os Karas, quem sabe minha opinião sobre o autor não muda?!

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Inês.
      Esse é o segundo livro do autor que eu li e já gosto da escrita dele. Quem sabe a sua opinião muda, não é? Recomendo a série.
      Beijos!

      Excluir
  3. Acredita que nunca li nada o Pedro Bandeira? Ai...quero muito e esse livro parece prazeroso de ler. Gostei de mais essa dica.
    Bloody Kisses
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Paloma.
      Que bom que gostou da dica. Leia sim.
      Beijos!

      Excluir

AGORA QUE VOCÊ JÁ MERGULHOU NA LEITURA, DEIXE O SEU COMENTÁRIO. ELE É MUITO IMPORTANTE PARA O CRESCIMENTO DO BLOG. OBRIGADO!!!

Obs.: comentários ofensivos serão deletados.