quarta-feira, 11 de junho de 2014

#Resenha: "Morte na Praia"


Título: Morte na Praia

Autor(a): Agatha Christie

Ano de lançamento: 2002*

Editora: Nova Fronteira

Nº de páginas: 207



# A história

Um lugar paradisíaco é palco de um terrível assassinato. Arlena Stuart, uma bela ex-atriz, é encontrada morta na beira da praia. Próximo dali, o detetive Hercule Poirot estava hospedado em um hotel para aproveitar suas férias, mas teve que abrir mão do descanso para solucionar o crime.

Arlena também era hóspede daquele hotel. Ela costumava acordar tarde para o café da manhã, porém, naquele dia, ela saiu bem cedo. Tudo indicava que iria se encontrar com alguém e não queria ser descoberta.

Quando o detetive deu início às investigações, se deparou com uma extensa lista de suspeitos. Inclusive, ele supôs que as razões que levaram ao homicídio poderiam ter relação direta com a personalidade da vítima.

O marido, o amante, a enteada, algum outro hóspede que conheceu Arlena no passado, ou até uma possível máfia que estivesse rondando o hotel e a eliminou porque estava no lugar errado, na hora errada. Quem teria matado a ex-atriz? Todas as possibilidades eram analisadas com muito cuidado. Os álibis eram muito convincentes. Além disso, uma série de pistas falsas é colocada no caminho de Hercule Poirot.

# Opinião

“Morte na Praia” foi o primeiro livro da Agatha Christie que eu li. Simpatizei logo de cara com a sua narrativa e com o detetive Hercule Poirot. Foi com essa leitura que eu me tornei fã do gênero policial e compreendi o que fez da autora uma “Rainha do Crime”.

Desde as primeiras páginas, o terreno é preparado para nos familiarizarmos com os personagens. Agatha apresenta sucintamente as características de cada um deles e, a partir das pistas que ela vai dando, é possível formular teorias – que não são poucas – sobre o assassinato de Arlena Stuart.

Com um lugar paradisíaco, um crime intrigante e vários suspeitos, eu me vi completamente envolvido com a história. É um livro para ser lido com muita atenção, pois todos os detalhes são importantes para a resolução do mistério. Quando Poirot revelou como ocorreu o assassinato, fiquei bastante surpreso. Foi tudo muito bem planejado.

Quando terminei de ler esse livro, eu fiz a releitura de algumas páginas e percebi o quanto fui desatento em trechos essenciais para descobrir a identidade do assassino. Apesar de ter sido “enganado” pela autora (fato que posteriormente vi como algo normal quando se trata de Agatha Christie), eu adorei o livro e recomendo.

* Publicado originalmente em 1940.

8 comentários:

  1. Olá Ygo Maia. Que intrigante, gosto imenso quando os autores nos vão dando pistas ao longo da leitura e não damos por ela. No fim é que pensamos estava tudo ali :) é uma sensação incrível.

    Beijos
    thatstory1.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você. Muitas vezes não percebemos os detalhes que, no final, fazem toda a diferença.
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Ygo,
    Esse é um dos livros da Agatha que eu não li. Mas entendo o que você quer dizer com prestar atenção aos detalhes. Em muitos outros livros a autora deixa pistas sobre o final, pistas sutis e que claro, não são óbvias, mas se forem analisadas dão uma ideia do final. Não é meu gênero favorito, mas O Natal de Poirot e Assassinato no Expresso do Oriente são uns dos melhores pra mim! :)

    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mariana.
      Eu já li vários livros da autora e esse foi um dos que eu fiquei mais distante de acertar o final. Eu gosto muito do gênero e, para mim, o melhor livro da Agatha continua sendo O Natal de Poirot.
      Beijos!

      Excluir
  3. Olá Ygo.
    Amo os livros da Agatha. Comprei um box com três livros dela: "Assassinato no expresso do Oriente" (incrível esse!), O natal de Poirot e Cai o pano, e me apaixonei pelos livros. Super recomendo!
    Esse ainda não li, mas já adicionei na minha listinha, rs.

    Beijo,
    annalelira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anna Letícia.
      Eu também tenho esse box. rsrs
      O que eu mais gostei foi "O Natal de Poirot".
      Beijos!!!

      Excluir
  4. Oi, Ygo!

    Sou doido para comprar os boxes da Agatha, tenho me interessado muito por romances policiais. Este é um que me interessa muito, mas confesso que pretendo começar pelos de Poirot.

    Abraços,
    Gabe
    http://sixdoe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      Ela é uma das minhas autoras favoritas. Esse livro é com o detetive Poirot. Pode ir fundo na leitura.
      Abraços!

      Excluir

AGORA QUE VOCÊ JÁ MERGULHOU NA LEITURA, DEIXE O SEU COMENTÁRIO. ELE É MUITO IMPORTANTE PARA O CRESCIMENTO DO BLOG. OBRIGADO!!!

Obs.: comentários ofensivos serão deletados.