sexta-feira, 13 de novembro de 2015

#Resenha: "Os 13 porquês"

Título: Os 13 porquês

Autor: Jay Asher

Ano de lançamento: 2009

Editora: Ática

Nº de páginas: 255


# A história

O jovem Clay Jensen tem uma grande surpresa ao voltar da escola. Na porta de casa, ele encontra um misterioso pacote com o seu nome. Era uma caixa de sapatos com várias fitas cassetes dentro.

Clay achou tudo aquilo muito estranho, mas começou a ouvir o conteúdo das fitas, tendo, assim, mais um choque: a voz que aparecia nas gravações era de Hannah Baker, a colega de classe de quem ele gostava e que havia cometido suicídio duas semanas antes.

Mas, por que ela gravou aquelas fitas? Ouvindo as gravações, Clay toma conhecimento dos 13 motivos que levaram Hannah à decisão de acabar com a própria vida. O garoto se desespera ao descobrir que é um desses motivos e, o pior de tudo, é que ele não pode fazer nada para mudar o que aconteceu.

Agora, o que está ao alcance de Clay é terminar de ouvir as fitas e passá-las adiante para o próximo da lista. Depois disso, restará apenas o peso da culpa.

# Opinião

Haja coração para terminar esse mergulho! Há vários adjetivos que eu poderia usar para descrever um pouco do que é esse livro: angustiante, intenso, perturbador, intrigante, triste, polêmico, envolvente, dentre outros. Fiquei até sem fôlego!

Os 13 porquês aborda temas sérios como depressão, abuso sexual, drogas, suicídio e, principalmente, bullying. O autor foi feliz ao incluir tudo isso em uma narrativa com forte apelo de suspense. Como o próprio título mostra, são 13 motivos que levaram ao suicídio da personagem Hannah.

Durante boa parte do livro, fica essa pulga atrás da orelha do leitor, pois a “missão” é justamente descobrir todas essas razões. A tensão vai crescendo a cada página e bate também aquela aflição por sabermos que não há nada capaz de mudar o trágico acontecimento que desencadeia toda a trama.

Outro ponto positivo é que a narrativa não se concentra apenas nos relatos de Hannah. O leitor pode acompanhar ao mesmo tempo as reações do protagonista Clay. Desta forma, há sempre uma perspectiva diferente de um mesmo fato, o que também tornou a leitura mais dinâmica.

Em alguns momentos, você pode pensar que os motivos apresentados no livro são superficiais e até se pergunte: “Por que alguém se mataria por isso?”. Porém, a própria Hannah explica que as pequenas coisas se transformaram em uma enorme bola de neve.

No final, a mensagem que fica é que ninguém sabe totalmente o que se passa na cabeça de outra pessoa. O importante é não julgar, nem virar as costas quando alguém está precisando de ajuda. Por fim, anotem a dica e não deixem de ler Os 13 porquês.

# Extra

Recentemente, eu fiz um TOP 13 com trechos do livro. Confiram aqui.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGORA QUE VOCÊ JÁ MERGULHOU NA LEITURA, DEIXE O SEU COMENTÁRIO. ELE É MUITO IMPORTANTE PARA O CRESCIMENTO DO BLOG. OBRIGADO!!!

Obs.: comentários ofensivos serão deletados.