sábado, 19 de janeiro de 2013

Baú


Chega um dia em que precisamos guardar
o passado dentro de um baú bem grande.


Selecionamos aquilo que queremos lembrar
e jogamos fora tudo que não nos interessa mais.

Mas, decidir o que é útil ou não, nem sempre é uma tarefa fácil.
Algumas coisas são tão importantes, tão marcantes,
que fazemos questão de não esquecer.

Outras, machucam tanto que até nos perguntamos:
“Por que ainda guardo isso?”

Deve ser porque gostamos de recordar e sofrer.

É difícil abrir mão de certos objetos:
uma foto, uma roupa, um CD, uma carta...

Mas é bom fazer uma faxina de vez em quando.
Melhor ainda é escrever um novo capítulo da vida.

Vamos lá, recomece!

O segredo está no desapego.

14 comentários:

  1. Ygo, obrigado pela atenção, por suas visitas...
    Quanto ao seu texto,quantas coisas guardamos e
    a muito tempo não usamos, roupas por exemplo se há muitos meses não usamos no dia a dia, não será no dia de uma festa que iremos usa-las, então elas acabam nos armários, vão se acumulando. precisamos nos desfazer delas, dando
    a outro... há objetos que só servem para juntar lembranças de poeiras. Ygo bons estudo, não pare de escrever...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por suas palavras J.F.
      Volte sempre que quiser!

      Excluir
  2. Os sentidos nos enganam e é exatamente por isso que não queremos deixar coisas de lado,é muito dificil superar isso mas enfim... amei seu texto,moço de belas palavras ^^
    http://joicy-santos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. eu ja separei algumas coisas para guardar no bau e outras para jogar fora memso. rsrsrs
    Gostei da simplicidade das tuas palavras ao dizer que devemos nos desapegar a certas coisas.
    http://anamenires.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Ygo.. Teu blog já esta lá na minha lista de parceiros já faz algum tempo"
    Sempre te considerei parceiro mediante nossa intimidade no blog"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço pelo carinho. Também adoro o seu blog.
      Beijos!!

      Excluir
  5. Concordo com você, mas as boas lembranças, com certeza deve ser lembranças sempre. parabéns pelo excelente texto.

    Abraço,

    ResponderExcluir
  6. Isso mesmo, desapego do que não nos serve mais.

    ResponderExcluir
  7. Humanos realmente gostam de sofrer, haha. Acho que se livrar de lembranças que machucam é difícil justamente porque lembramos de como elas já chegaram a ser boas... E tememos não conseguirmos mais construir lembranças que (apesar de dolorosas) tenham nos trazido tanta alegria no passado.
    Mas é preciso livrar-se do passado para dar uma chance ao futuro! rs'

    Amei o texto, como sempre.
    Parabéns ^^'
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua primeira frase disse tudo.
      rsrsrs
      Obrigado!!
      Beijos e abraços!!

      Excluir
  8. Desapego e recomeço: duas palavras tão doídas.


    http://joicy-santos.blogspot.com.br/2013/01/resenha-fora-de-mim.html

    ResponderExcluir

AGORA QUE VOCÊ JÁ MERGULHOU NA LEITURA, DEIXE O SEU COMENTÁRIO. ELE É MUITO IMPORTANTE PARA O CRESCIMENTO DO BLOG. OBRIGADO!!!

Obs.: comentários ofensivos serão deletados.