domingo, 14 de setembro de 2014

#Resenha: "Amanhã você vai entender"

Título: Amanhã você vai entender

Autor(a): Rebecca Stead

Ano de lançamento: 2011

Editora: Intrínseca

Nº de páginas: 222


# A história

Miranda, uma garota de 12 anos, vive com a mãe na Nova York do final da década de 1970. Certo dia, ela encontra um bilhete misterioso, escondido dentro de um livro que pegou na biblioteca. Assustada, mostra à sua mãe, que tenta lhe tranquilizar, dizendo que o bilhete deveria ser para outra pessoa.

Porém, coisas estranhas começam a acontecer na vida de Miranda. Seu melhor amigo, Sal, é agredido na rua, sem nenhum motivo aparente; um estranho invade a casa onde ela mora; e os bilhetes continuam chegando, alertando-a para a morte de alguém, que ela pode ajudar a salvar.

Detalhes sobre o seu cotidiano, que só ela deveria saber, começam a ser mencionados nas mensagens anônimas. Aos poucos, Miranda vai interpretando os sinais e juntando as peças daquele quebra-cabeça.

# Opinião

Um dos primeiros livros que li na vida, foi: “Amigo não é pra essas coisas”, de Alexandra Lopes. Eu me lembrei dele na mesma hora em que bati os olhos nesse livro, que também tem uma capa colorida, com um aspecto infantil. Após ler a sinopse, mudei de ideia, pois vi que tinha um mistério no meio. Sendo assim, achei que não era um livro que uma criança pudesse ler. Errado! Claro que pode (só não garanto que ela vá entender tudo).

“Um mistério diferente e instigante, que vai encantar todo tipo de leitor”. Esta frase, presente na capa, explica exatamente o que a leitura representa. A história tem um mistério, mas possui um toque infantil também, principalmente, pelo fato de a narrativa ser desenvolvida a partir do olhar de uma garota de 12 anos.

Miranda tem algumas características parecidas com as de Hazel, de “A Culpa é das Estrelas”. Uma menina inteligente, com um repertório vasto de comentários irônicos. E as semelhanças não param por aí. A protagonista criada por Rebecca Stead, também costuma andar de um lado para o outro com um livro, assim como a personagem de John Green.

Só depois da página 30, mais ou menos, comecei a gostar realmente da história. Até então, parecia que eu estava lendo apenas o prólogo. Achei que os fatos demoraram a engatar. A autora teve a felicidade de criar capítulos curtos e com bons ganchos. Fui lendo um capítulo após o outro, esperando que o livro “começasse” de verdade. Assim, terminei a leitura em poucas horas.

O final é surpreendente. Não ficou nenhuma ponta solta. Só posso dizer que o livro preferido de Miranda tem ligação direta com o mistério, que vocês vão entender quando mergulharem nessa leitura. Divirtam-se!



4 comentários:

  1. Oi =)

    Tenho este livro faz um tempinho, mas até hoje não tinha tido vontade de realmente ler.
    Adorei a resenha, fiquei curiosa para saber o mistério deste livro. Dica anotada =)

    Beijos,
    Livy
    No Mundo dos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Livy.
      Leia mesmo. É um mistério bem diferente do que costuma-se ver em outros livros.
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá Ygo Maia
    Excelente trabalho. Fiquei bastante curiosa e com vontade de ler esse livro :) como eu adoro mistérios.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bastos.
      Também adoro um bom mistério. Procure ler mesmo esse livro. Acredito que você irá gostar. Beijos!

      Excluir

AGORA QUE VOCÊ JÁ MERGULHOU NA LEITURA, DEIXE O SEU COMENTÁRIO. ELE É MUITO IMPORTANTE PARA O CRESCIMENTO DO BLOG. OBRIGADO!!!

Obs.: comentários ofensivos serão deletados.