terça-feira, 10 de março de 2015

Entrevista com Nádia São Paulo

Olá, mergulhadores!

Vamos acompanhar mais uma entrevista aqui no blog? Desta vez, com a Nádia São Paulo, parceira do MNL.

Nome completo – Nádia São Paulo da Silva                      

Data de nascimento – 21/02/1966

Naturalidade – Salvador - BA

Grau de formação – 3º grau completo

Profissão – Artista



Mergulhando Na Leitura: Para começar, fale um pouco sobre você. Quem é a Nádia São Paulo?
Nádia São Paulo: Uma praticante e amante da arte.  Pinta, borda, desenha, toca, canta, decora, escreve, tricota cozinha...

MNL: Desde quando você escreve? Quem te incentivou?
NSP: Escrevo desde o ano de 2007. Meus maiores incentivadores são Agatha Christie e Evilásio, meu marido.

MNL: Você segue algum ritual para escrever? Como é o seu processo de criação?
NSP: Meu único ritual é escrever sem ter ninguém por perto. Quanto ao processo de criação, ele acontece naturalmente. Logo após ter a ideia para uma trama, imediatamente eu escrevo a sinopse de como será a história. A partir dessa sinopse, eu desenvolvo todo o resto que, graças a Deus, vem à mente numa facilidade assustadora (risos).

MNL: Quais são as dificuldades para publicar um livro no Brasil?
NSP: Muitas. É mais lucrativo para as grandes editoras trabalharem com a literatura estrangeira que já faz sucesso lá fora. O autor iniciante quase não tem vez. Principalmente se ele não vive entre o trecho Rio/São Paulo. Fora que o livro como produto final aqui no Brasil, sai muito caro para o consumidor. E por aí vai... Mas, dá-se um jeito.

MNL: Você é formada em Gestão e Design de Moda. Entre essa área e a literatura, existe alguma preferência? Qual?
NSP: A literatura com certeza é a minha área de atuação favorita.

MNL: Dois livros seus são ambientados na praia. Existe uma explicação para isso ou é pura coincidência?
NSP: Existe uma explicação, sim. Talvez, por morar numa cidade onde estão situadas as mais belas praias do país, a minha bela Salvador, eu acabei desenvolvendo uma verdadeira paixão pela paisagem marinha. Apreciar o mar me dá muita inspiração.

MNL: Quais as principais diferenças entre “Morte no Litoral” e “O Mistério da Casa na Praia”?
NSP: O primeiro é surpreendente. O segundo é intrigante. O primeiro é um gênero tipicamente policial, o segundo conta uma história sobrenatural, é mais voltado para o mistério, como o título mesmo já diz.

MNL: Em 2011, seu livro “Assassinato no Baile de Debutantes” foi publicado pela Editora Multifoco. Você me contou que essa era a sua história favorita. Por quê?
NSP: É verdade. Para mim, dos três romances que escrevi, esse é o que tem a trama mais envolvente, movimentada, com mais assassinatos, mais suspeitos, que mais assusta e confunde. Eu acho O Assassinato no Baile de Debutantes uma história eletrizante!

"Uma história eletrizante", classifica a autora

MNL: Você está escrevendo algum livro atualmente? Quais são os seus planos? 
NSP: Em 2014 publiquei um livro de contos “Reencontro Fatal e outras histórias de suspense e mistério” pela Editora Selo A. Trata-se de uma coletânea com dez histórias escritas por mim ao longo dos anos de 2009 até 2013. Ele pode ser encontrado na versão e-book através da Kobo, Amazon e Cultura.
Tenho dois infanto-juvenis prontos para serem publicados: “Prisioneiros de Bronze” e “A Marca da maldade”. Só falta o mais difícil: a editora! (risos).
Estou tentando finalizar “O Segredo da Coruja”, que será mais um romance com o Inspetor Xavier.
Estou amadurecendo outra história que, por enquanto, só tem a sinopse pronta e o título já promete: “Um Faz de Conta Perigoso”.
Enfim, planos para novas histórias não faltam. Contudo, meu objetivo maior é continuar contribuindo com a formação de novos leitores nos colégios de Salvador, que a cada ano, adotam mais e mais os meus livros em sala de aula.

MNL: Muito obrigado pela entrevista. Agora, deixe uma mensagem aos leitores do “Mergulhando Na Leitura”.
NSP: Primeiro, gostaria de agradecer a você Ygo, por se interessar pela minha literatura e por fazer esse trabalho tão bacana ao mergulhar e tentar fazer com que outras pessoas mergulhem junto com você em nossa rica literatura nacional. Parabéns mesmo pela excelente inciativa.
Quanto aos leitores do seu blog, eu humildemente sugiro que leiam os livros de Nádia São Paulo e, se gostarem... PEÇO QUE DIVULGUEM BASTANTE! (risos).  


Mergulho Rápido


MNL: Uma palavra... 
NSP: Universo!
MNL: Alguém especial... 
NSP: Meu marido!
MNL: Um livro... 
NSP: O caso dos dez negrinhos (E não sobrou nenhum), de Agatha Christie!
MNL: Uma música… 
NSP: Will you be there - Michael Jackson!
MNL: Um sonho... 
NSP: Conhecer o Egito!
MNL: Uma comida... 
NSP: Feijoada!
MNL: Um lugar... 
NSP: Onde tenha mar!
MNL: Deus... 
NSP: Fé!



2 comentários:

  1. Muito boa a entrevista com ela. É realmente uma artista completa! Amei... esse livro dela me lembrou muito Agatha! kkk
    Beijos
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Paloma.
      Que bom que você gostou. A Nádia realmente tem um estilo bem parecido com o da Agatha. Recomendo os livros dela.
      Beijos!

      Excluir

AGORA QUE VOCÊ JÁ MERGULHOU NA LEITURA, DEIXE O SEU COMENTÁRIO. ELE É MUITO IMPORTANTE PARA O CRESCIMENTO DO BLOG. OBRIGADO!!!

Obs.: comentários ofensivos serão deletados.